domingo, 3 de maio de 2009

Final em branco e preto

Dia de decisão. Santos e Corinthians: final do Campeonato Paulista. Nem tricolor, nem alvi-verde. A rivalidade é em preto e branco.
Ontem, a cidade já anunciava a efervescência que o jogo de hoje promete. O motorista de um ônibus que vai para a avenida Ana Costa, palco das comemorações de conquistas em Santos, comentava o dia de trabalho difícil que teria. "Amanhã, aqui ninguém passa." O fascínio desses momentos que antecedem uma decisão. Daqui a algumas horas, a Praça da Independência será tomada por alvi-negros ensandecidos, sejam corintianos ou santistas. Alegria de uns, tristeza de outros.
De minha parte, prefiro os corintianos. Só porque eu não gosto do Santos. E talvez não goste só porque moro na Baixada Santista. Parece ter aqui uma pressão para torcer pra esse time, só porque é o "time da cidade". Verdadeiro provincianismo. Se eu quiser, torço para o Fenerbahçe, da Turquia, ora bolas!
Dizem que corintiano em São Paulo também é insuportável. Pelo menos, lá, tem mais times pra escolher. Não quer ser corintiano? Tudo bem, pode escolher o Palmeiras, o São Paulo, a Portuguesa... desde que seja bem longe da Zona Leste, claro...
Pressões à parte, com boa rivalidade, quem ganha é o futebol. E o jogo de hoje tem tudo para encantar. Alvi-negros ou não.

2 comentários:

Kenia Cris disse...

Também temos um clássico em Minas, com o meu time como favorito, já que ganhou de 5x0 do adversário no primeiro jogo. Temo pelas pessoas que estarão no estádio pra ver um espetáculo porque muitas vezes, o que acontece é que acabam se machucando no meio das confusões entre torcidas que estão se tornando cada vez mais frequentes. Em dia de clássico em Belo Horizonte, eu não gosto nem de sair na rua. Beijoca!

Rose Marques disse...

Aha! Cruzeiro, campeão mineiro! Parabéns pra vocês!
Aqui, deu Corinthians, para minha alegria (apesar de eu ser palmeirense... bom, a contradição é do homem).
Eu sou o contrário: em dia de clássico, gosto de estar no meio! hehe
Beijão!